Açoriano Oriental
Emitido mandado de detenção de médico cubano

Aliesky Aguilera foi condenado a cumprir uma pena de prisão de cinco anos e seis meses de prisão por cinco crimes de violação

article.title

Foto: Eduardo Resendes/Arquivo AO
Autor: Luís Pedro Silva

O Tribunal de Ponta Delgada emitiu um mandado de detenção para o médico Aliesky Aguilera Valdes, condenado por cinco crimes de violação, numa pena de prisão efetiva de cinco anos e seis meses de prisão.

A decisão já transitou em julgado, após um recurso apresentado para o Tribunal da Relação de Lisboa, que acabou por diminuir em seis meses a pena inicialmente aplicada pelo Tribunal de Ponta Delgada.


Ler mais na edição desta quinta-feira, 26 setembro 2019, do jornal Açoriano Oriental


Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.