EMEF congela salários dos trabalhadores até 2013


 

Lusa / AO online   Economia   15 de Mar de 2010, 14:26

A administração da Empresa de Manutenção de Equipamento Ferroviário (EMEF) seguiu as instruções recebidas da Comboios de Portugal (CP) e, a exemplo da Rede Ferroviária Nacional (REFER), propõe o congelamento dos salários em 2010, que deverá ser estendido até 2013.
"Na reunião de negociação realizada hoje, a administração da EMEF seguiu a posição da REFER, e de acordo com as instruções recebidas da CP afirmou que, para salários e remunerações este ano, a proposta é de 0 por cento, salientando que esta deve ser a posição a seguir até 2013", anunciou hoje em comunicado o Sindicato Nacional dos Trabalhadores Ferroviários.

A entidade sindical também disse que "quanto ao Regulamento de Carreiras, não haverá evolução nas matérias que impliquem aumento de custos, o que faz com que a negociação venha para a estaca zero".

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.