Eixo Atlântico conta com mais quatro municípios

Eixo Atlântico conta com mais quatro municípios

 

Lusa / AO online   Economia   24 de Out de 2007, 12:41

O Eixo Atlântico do Noroeste Peninsular aprovou esta quarta-feira em Vigo, Espanha, a integração na associação dos municípios portugueses de Penafiel e Lamego e de Santa Uxia da Ribera e Sárria, da Galiza.
Segundo o presidente desta associação transfronteiriça, Luís Filipe Menezes, ainda haverá a possibilidade da adesão de mais duas cidades, uma do Norte de Portugal e outra da Galiza, até à próxima Assembleia-Geral do Eixo Atlântico, que vai decorrer a 01 de Fevereiro de 2008, em Vigo.

"Aí ficará fechado por muitos anos este agrupamento de cooperação", acrescentou o também líder do PSD e presidente da Câmara de Gaia.

O Conselho Executivo do Eixo Atlântico, que hoje reuniu em Vigo, decidiu ainda substituir o alcaide de Santiago de Compostela pelo alcaide de Vigo na vice-presidência desta associação.

O Eixo Atlântico, criado em 1992 por iniciativa dos municípios do Porto e Vigo, conta, a parir de hoje, com mais quatro municípios a somar às 28 cidades já integradas, 14 da Galiza e 14 do Norte de Portugal.

Da Galiza fazem parte Corunha, Ferrol, Lugo, Monforte de Lemos, Ourense, Pontevedra, Santiago de Compostela, Villagarcia de Arousa, Vigo, carbalho, vivieiro, Lalín, Barco de Valdeorras, Santa Uxia da Ribera e Sárria.

No Norte de Portugal integram o Eixo Atlântico as cidades de Braga, Bragança, Chaves, Guimarães, Peso da Régua, Porto, Vila Real, Viana do Castelo, Vila Nova de Gaia, Matosinhos, Vila do Conde, Mirandela, Barcelos, Famalicão, Penafiel e Lamego.

As cidades de Macedo de Cavaleiros, Marco de Canaveses e Vila Pouca de Aguiar, bem como a galega Chantada estavam também na lista de municípios a integrar nesta associação, mas o Conselho Executivo rejeitou hoje a sua inclusão.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.