Açoriano Oriental
Mau Tempo
EDP diz que 95% dos problemas de falta de luz estão resolvidos

A EDP Distribuição disse esta sexta feira que estão resolvidos 95% dos 400 mil casos de falta de eletricidade, provocados pela passagem da depressão Elsa, sendo Viseu e Coimbra os distritos mais afetados.

article.title

Foto: Direitos Reservados
Autor: AO Online/ Lusa

Em declarações à agência Lusa, pelas 18:00, o presidente do conselho de administração da EDP Distribuição, João Torres, referiu que os distritos mais críticos neste momento são os de Viseu e de Coimbra e que permanecem inoperacionais 67 linhas de alta e média tensão.

“A nossa expectativa é que estas linhas possam estar em serviço até ao final do dia de hoje, ficando com as questões da baixa tensão para resolver nos dias seguintes”, apontou.

João Torres referiu que foram colocados 60 “geradores de emergência para as situações que não foi possível resolver pelo circuito normal da rede elétrica e uma central móvel de geração em Famalicão.

Segundo o presidente da EDP Distribuição, a maioria das avarias nas linhas foi originada pela queda de árvores.

João Torres adiantou ainda que permanecem no terreno cerca de 1.500 operacionais e 750 viaturas, mas admitiu dificuldades de movimentação, devido aos constrangimentos causados pelo mau tempo.

“É um trabalho que está a ser desenvolvido em condições muito exigentes, mas estamos muito determinados”, sublinhou.

Para este sábado está previsto que Portugal volte a ser afetado por uma nova depressão, denominada Fabien, situação que, segundo João Torres, vai ser acompanhada de perto pela empresa.

“Sabemos que não será tão grave como a depressão Elsa, mas ainda assim irá, seguramente, perturbar a nossa capacidade de resposta e, por isso, estamos a ser muito cautelosos porque pode acontecer que boa parte do trabalho de reconstrução venha a ser afetado”, apontou.

Num balanço feito ao início da tarde, a Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC) referiu que os distritos mais afetados são Porto, Viseu, Aveiro, Coimbra, Braga e Lisboa.

Segundo a Proteção Civil, até às 20:00 deverá verificar-se um agravamento do estado do tempo, sendo depois expectável que a situação comece a estabilizar.

O IPMA tem hoje sob aviso laranja (o segundo mais grave) 12 distritos de Portugal continental e a costa norte da Madeira devido sobretudo à agitação marítima. Leiria, Santarém e Portalegre estão sob aviso laranja também devido às previsões de precipitação forte durante a tarde.

O IPMA alertou para os efeitos de uma nova depressão, denominada Fabien, que atingirá Portugal no sábado, em especial o Norte e o Centro, estando previstos intensos períodos de chuva e vento forte de sudoeste, com rajadas que podem atingir 90 km/hora no litoral norte e centro e 120 km/hora nas terras altas.



Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.