Economista de Coimbra é candidata a presidente da Juventude do Partido Popular Europeu


 

Lusa/Ao online   Nacional   30 de Set de 2018, 19:03

A social-democrata Lídia Pereira, economista de 27 anos, natural de Coimbra, anunciou este domingo a candidatura à presidência da Juventude do Partido Popular Europeu (YEPP - Youth of the European People's Party), cujo congresso decorrerá em novembro, em Helsínquia.

Militante da JSD, onde ocupou o cargo de diretora do Gabinete de Relações Internacionais, Lídia Pereira foi eleita há dois anos, na Croácia, para uma das vice-presidências do YEPP, organização que reúne mais de sessenta juventudes partidárias oriundas de mais de 40 países europeus.

Lídia Pereira mora e trabalha em Bruxelas e quer tornar-se agora "a primeira mulher e a primeira portuguesa a liderar a mais importante estrutura política de juventude europeia".

Sob o lema "Together, We Go Further", a jovem licenciada em Economia pela Universidade de Coimbra apresenta-se como "europeísta convicta, extremamente preocupada com o populismo e intolerância crescentes" no espaço europeu.

"Só a crença na Europa como solução pode rejeitar e bloquear esta onda de populismo despido de conteúdo que ameaça os valores e princípios europeus", refere a candidata, numa nota divulgada hoje.

Lídia Pereira descreve as eleições europeias de 2019 como um grande desafio, "mas também, como uma oportunidade única de afirmar uma Europa digital e humanista, sustentável e atenta às alterações climáticas, que se preocupa com um novo contrato social com igualdade de direitos e oportunidades para todas as gerações".




Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.