Duas mil pessoas retiradas devido a incêndio na ilha de Gran Canária


 

AO Online/ Lusa   Internacional   18 de Ago de 2019, 11:19

 Duas mil pessoas foram retiradas, no sábado, de suas casas, no centro da ilha de Gran Canária, devido a um incêndio de grande dimensão, disseram este domingo as autoridades.

De acordo com o conseheiro das Administrações Públicas, Justiça e Segurança da ilha, Julio Pérez, este é o terceiro maior incêndio registado, nos últimos oito dias, na ilha situada no oceano Atlântico.

Em conferência de imprensa, ao fim da noite de sábado, Pérez afirmou ser difícil fazer uma previsão sobre a evolução do fogo durante as próximas horas, e alertou que "a noite pode ser complicada".

O fogo tem duas frentes ativas e afeta já uma área de entre 400 a 500 hectares. Pérez acrescentou que 150 efetivos combatem as chamas, auxiliados por 11 meios aéreos.

No sábado, a temperatura máxima rondou os 40ºC, com rajadas de vento forte, disse.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.