Dorival Caymmi enterrado no mesmo mausoléu de Carmen Miranda


 

Lusa/AO online   Internacional   18 de Ago de 2008, 10:48

O corpo do compositor e cantor brasileiro Dorival Caymmi, falecido no sábado, foi enterrado no domingo, no Rio de Janeiro, no mesmo mausoléu que acolhe a luso-brasileira Carmen Miranda, sob prolongados aplausos.
    Na última despedida daquele que é considerado o patriarca da actual Música Popular Brasileira estiveram músicos como Gilberto Gil, João Bosco, Ronaldo Bastos, Jards Macalé, Marcos Valle, Jorge Mautner e Fagner.

    Caymmi ficará no mesmo mausoléu de Carmen Miranda, que em parte foi a responsável pelo lançamento do compositor, ao interpretar a canção “O que é que a baiana tem?”.

    Além das 200 pessoas presentes no cemitério, outras 700 deslocaram-se ao velório, que decorreu no Conselho Municipal do Rio de Janeiro e dezenas aplaudiram o cortejo fúnebre que percorreu a cidade.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.