Discovery deixa estação espacial depois de missão complicada

Discovery deixa estação espacial depois de missão complicada

 

Lusa / AO online   Internacional   5 de Nov de 2007, 15:27

Os astronautas a bordo do vaivém Discovery desacoplaram esta segunda-feira da Estação Espacial Internacional (EEI) e começam a viagem de regresso a casa, onde deverão chegar quarta-feira, ao fim de uma semana e meia de trabalho.
A tripulação do Discovery chegou à estação espacial a 25 de Outubro e rapidamente realizou a tarefa de instalar um compartimento pressurizado novo e deslocar a torre de energia solar.

Mas a sua missão mais arriscada surgiu quando um dos painéis da torre de energia, acabados de ser instalados, se rasgou em dois pontos quando estava a ser desenrolado.

Temendo que o estrago pudesse agravar-se, a NASA enviou para o exterior um astronauta, longe da segurança da estação, para proceder a reparações de emergência.

A saída de sábado, que fez história em saídas de astronautas para o espaço, permitiu à agência espacial avançar com os planos de lançamento da nave Atlantis e a sua maior carga, o novo laboratório Europeu (Columbus), em Dezembro.

Pouco depois de desacoplar, a nave fez uma volta completa à estação, para captar imagens à nova configuração da estação espacial e para que os engenheiros pudessem ver como reagiram os painéis solares remendados ás vibrações da desacoplagem.

Mais tarde a tripulação planeia fazer outra inspecção das asas e do nariz da Discovery, desta vez para verificar possíveis danos que micros meteoros possam ter causado. As inspecções realizadas no início da missão não encontraram sinais de danos significativos causados por detritos soltos durante o lançamento.
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.