Dirigente do Desportivo das Aves suspenso por sete meses


 

Lusa / AO online   Futebol   7 de Nov de 2007, 17:01

Sete meses de suspensão e 2.600 euros de multa foi a sanção aplicada a António Silva Freitas, dirigente do Desportivo das Aves, pelas ofensas e injurias aos árbitros num jogo da Liga de Honra de futebol.
De acordo com a Comissão Disciplinar da Liga, António Silva Freitas violou vários artigos do regulamento na recepção do Aves ao Estoril, na terceira jornada da Honra, nomeadamente injuriando e ofendendo elementos da equipa de arbitragem e incitando à indisciplina ("pela prática de actos de violência").

O vogal do Conselho Fiscal do Desportivo das Aves fica assim impossibilitado de representar o clube no banco de suplentes, assim como também impedido de marcar presença nas reuniões de Direcção da LPFP ou participar e votar nas Assembleias Gerais do mesmo organismo.

No entanto, e como refere o acórdão da LPFP, Silva Freitas - que na defesa aceitou os factos vertidos na acusação, defendendo-se, contudo, com aspectos abonatórios do seu carácter - poderá manter as suas funções no clube.
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.