Dia mundial do turismo comemorado hoje no Funchal


 

Lusa/AO   Economia   27 de Set de 2007, 07:54

O Dia Mundial do Turismo, que hoje é comemorado no Funchal, vai ter como temas de destaque o transporte aéreo e as acessibilidades, áreas transversais, mas decisivas para o sector, disse à Lusa o secretário de Estado da tutela.
Bernardo Trindade sublinhou que o transporte aéreo e as acessibilidades são um factor "fundamental para um país que está numa das extremidades da Europa", e ainda mais relevante para as regiões autónomas, onde o turismo tem um peso crescente na contribuição para a riqueza gerada.

    O Dia Mundial do Turismo é assinalado hoje em várias regiões do país, como o Algarve, mas as comemorações, a nível nacional, serão no Funchal, Madeira, contando com a participação do secretário de Estado do Turismo e da secretária Regional do Turismo e Transportes, Conceição Estudante.

    A comemoração do Dia Mundial do Turismo é este ano dedicado às mulheres e ao seu papel no turismo, segundo o governante.

    Por esse motivo, todas as mulheres receberão uma flor quando desembarcarem nos aeroportos de Lisboa, Porto e Faro.

    Apesar das comemorações oficiais se realizarem na Região Autónoma da Madeira, o Dia Mundial do Turismo será assinalado também em todo o país, com entradas gratuitas nos museus.

    Na Madeira, as comemorações oficiais passam pela deslocação de várias personalidades às escolas, para explicar a importância do turismo na região e garantir aos alunos que podem ter garantias de futuro no sector.

    O dia será ainda marcado pela realização de um seminário sobre o tema "Transporte aéreo em regiões insulares", que contará com representantes da TAP, da SATA, da Easyjet, da ANA - Aeroportos de Portugal , do Grupo Tui e da Espírito Santo Viagens.

    Passará ainda pela visita aos jardins do Imperador, que segundo Bernardo Trindade, "é um ícone da oferta cultural da madeira", e pela distribuição de medalhas de mérito a várias instituições e personalidades.

    Este ano, as regiões que mais contribuíram para o crescimento de 12,2 por cento nas receitas do turismo até Julho foram o Alentejo e o Algarve, e o ministro da Economia e o secretário de Estado do sector esperam que o desempenho se mantenha até final do ano.

    Bernardo Trindade considerou que a aposta do governo no turismo e a concentração da promoção nos principais mercados emissores de Portugal obteve bons resultados. Destacou o crescimento em mais de 16 por cento dos turistas oriundos de França, em 9 por cento os espanhóis e em 4,6 por cento os ingleses, sublinhando a inversão da tendência de descida que vinha sendo registada com a Alemanha.

    A influência das companhias aéreas de baixo custo ('low cost') nos resultados foi também destacada por Bernardo Trindade, que citou o crescimento do número de passageiros em 70 por cento no Aeroporto Sá Carneiro (Porto), em 50 por cento no de Lisboa e em 20 por cento no de Faro.

    Até ao final do ano, as perspectivas de crescimento para o sector são "muito positivas", afirmou Bernardo Trindade.

    Para 2008, a grande aposta do governo vai ser a qualificação dos recursos humanos, a continuação do esforço para aligeirar processos de licenciamento de novas unidades hoteleiras e a dinamização dos fluxos de procura, entre os quais, o investimento na promoção e a captação de eventos.
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.