Crime

Detidos líderes de grupo que assaltava carrinhas de valores


 

Lusa/AOonline   Nacional   7 de Nov de 2008, 14:27

A Polícia Judiciária deteve quinta-feira os líderes de um grupo que se dedicava a assaltos à mão armada a funcionários e empresas de transporte de valores, durante uma operação na Quinta do Mocho, divulgou a PJ.
Os "dois líderes do grupo, considerados extremamente perigosos, com vastos antecedentes criminais na área da criminalidade especialmente violenta", ficaram em prisão preventiva, após interrogatório judicial.

    Segundo a Polícia Judiciária (PJ), o grupo tinha diversos elementos, dedicava-se à prática de assaltos à mão armada a funcionários de empresas de transporte de valores, sendo-lhe atribuída a responsabilidade por oito assaltos, efectuados desde Maio de 2007 na área da Grande Lisboa.

    "Esta estrutura criminosa tinha um ´modus operandi´ particularmente intenso e violento: disparos com armas de fogo e recurso a motos e a viaturas automóveis de elevada cilindrada", explica a PJ.

    A operação na Quinta do Mocho, Loures, esteve a cargo da Direcção Central de Combate ao Banditismo (DCCB), em articulação com a Unidade Especial de Combate ao Crime Especialmente Violento do Departamento de Investigação e Acção Penal (DIAP) de Lisboa.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.