Desenterrados mais 120 guerreiros de terracota na antiga capital chinesa


 

Lusa / AO online   Internacional   28 de Jun de 2010, 18:07

A equipa de arqueólogos dos guerreiros de terracota de Xian, este ano distinguida com o Prémio Príncipe das Astúrias de Ciências Sociais, desenterrou mais 120 estátuas, que se somam às 8000 encontradas até agora na antiga capital chinesa.
De entre estes novos achados, destaca-se a figura de um general, que é de tamanho maior, mas tem um escudo mais pequeno, delicado e mais perfeito, “o que sugere que é um general de alta patente”, explicou o subdirector das escavações do Museu dos Soldados de Terracota, Shen Maosheng, em declarações hoje à agência Xinhua.

Trata-se do décimo general desenterrado desde que os guerreiros foram descobertos, em 1974, por um camponês, numa área próxima da capital da província de Shaanxi, no noroeste da China.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.