Conjuntura

Défice revisto em alta para 9,4% e o de 2008 subiu para 2,8%


 

Lusa / AO online   Economia   29 de Mar de 2010, 18:26

O Instituto Nacional de Estatística (INE) reviu a sua estimativa para o défice orçamental para 9,4 por cento em 2009, na primeira notificação do ano no âmbito do procedimento dos défices excessivos para o Eurostat.
As previsões incluídas no reporte do INE apontam para um défice de 9,4 por cento e uma dívida pública bruta das administrações públicas de 76,8 por cento.

Dos 15.425,6 milhões de euros que decorrem das necessidades líquidas de financiamento, 14.584,5 milhões dizem respeito à administração central, mais 8.939 milhões de euros do que o registado em 2008 (números finais).

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.