David Navarro telefonou a Cristiano Ronaldo e diz que foi um lance fortuito

David Navarro telefonou a Cristiano Ronaldo e diz que foi um lance fortuito

 

Lusa/AO online   Futebol   12 de Nov de 2012, 16:15

O defesa David Navarro, do Levante, assegurou esta segunda-feira ter sido involuntário o gesto com o qual lesionou Cristiano Ronaldo no domingo e que telefonou esta sexta-feira ao futebolista português para saber do seu estado.

“Foi uma jogada fortuita, em nenhum momento quis lesionar o Cristiano Ronaldo. São lances de jogo e lamento ter-lhe feito uma ferida, mas repito que foi totalmente involuntário”, disse o jogador ao sítio oficial do Levante na internet.

David Navarro acrescentou ainda que hoje mesmo telefonou ao internacional português para se inteirar do seu estado de saúde e “desejar-lhe uma rápida recuperação”.

Cristiano Ronaldo, que foi atingido com uma cotovelada nos instantes iniciais do encontro entre Levante e Real Madrid, fez uma ferida aberta junto ao olho esquerdo e foi dado como inapto para o particular entre Gabão e Portugal, na quarta-feira.

No jogo de domingo, o jogador português ainda permaneceu em campo durante a primeira parte, na qual marcou um golo, mas teve que sair, com problemas na visão, ao intervalo, com os “merengues” a vencerem na visita ao Levante por 2-1.

Hoje, em Lisboa, o médico da seleção, Henrique Jones, explicou que o avançado "sofre de tonturas, perturbação da visão e dores de cabeça", pelo que "não fazia sentido submetê-lo a uma viagem de seis horas de avião", até porque "o período crítico é de 72 horas".


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.