Cruz Vermelha prepara equipas para apoiar angolanos expulsos


 

Lusa / AO online   Internacional   13 de Out de 2009, 17:29

A Cruz Vermelha de Angola vai enviar nos próximos dias equipas aos locais de acolhimento dos angolanos que estão a atravessar a fronteira com a RDCongo depois das autoridades de Kinshasa terem decretado a sua expulsão.
O secretário-geral da Cruz Vermelha de Angola, Valter Quifica, disse hoje que equipas da sede nacional vão deslocar-se, nos próximos dias, às províncias de Cabinda, Uíge, Zaire e Lunda Norte para proceder ao levantamento das necessidades.

Valter Quifica referiu que a Cruz Vermelha angolana está a trabalhar em colaboração com as autoridades governamentais, nomeadamente o Ministério da Assistência e Reinserção Social, para apoiar os angolanos que estão a ser expulsos da RDCongo, que são já mais de 30 mil.

Este dirigente da Cruz Vermelha angolana explicou que as intervenções da Cruz Vermelha vão cingir-se ao registo das pessoas, localização de famílias e sensibilização das pessoas relativamente a cuidados de saúde para se evitarem doenças.

“Temos também algumas ajudas para este tipo de necessidades, em quantidades ínfimas comparadas com as necessidades apresentadas, como tendas, soro de hidratação oral, medicamentos anti-palúdicos e mosquiteiros”, adiantou Valter Quifica.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.