CRPM reúne na Madeira num momento de grandes decisões para as Regiões e para a Europa

CRPM reúne na Madeira num momento de grandes decisões para as Regiões e para a Europa

 

Susete Rodrigues/AO Online   Regional   18 de Out de 2018, 09:29

O presidente do Governo destacou a importância e a atualidade da Assembleia-Geral da Conferência das Regiões Periféricas e Marítimas da Europa (CRPM), que se inicia esta quinta-feira na Madeira, numa altura em que estão em discussão as futuras perspetivas financeiras plurianuais e os vários cenários propostos pela Comissão sobre o futuro da União Europeia.



“Esta reunião acontece num momento particularmente importante para a União Europeia e para as Regiões da Europa. Nós estamos a falar, não apenas de uma discussão que está em curso quanto às perspetivas financeiras plurianuais 2021-2027, mas também de um momento que, do ponto de vista político, tem muita importância. Temos uma discussão à volta dos vários cenários que a União Europeia deve seguir, assim como eleições para o Parlamento Europeu no próximo ano”, referiu Vasco Cordeiro, citado em nota do Gacs.


No que diz respeito à discussão do quadro financeiro plurianual, Vasco Cordeiro garantiu que se trata de uma matéria que tem merecido um acompanhamento muito próximo do Governo dos Açores e da CRPM, tendo em conta que está em curso um debate sobre a forma como se conjugam as políticas tradicionais da União Europeia com aquilo que são novas necessidades e novas abordagens.


“Estas políticas tradicionais, como a Politica de Coesão e a Política Agrícola Comum, são particularmente relevantes para o nosso país e para as nossas regiões autónomas”, sublinhou o presidente do Governo, para quem este assunto não deve ser colocado ao nível de se “estamos com as novas ou com as velhas políticas”, assegurando ainda que "isso não pode ser visto desta forma, pela importância que a Política de Coesão tem para aquilo que significa a Europa hoje”.


A nota do Gacs explica que na 46.ª reunião magna da CRPM, que também elegerá os órgãos da organização para os próximos dois anos, os representantes das regiões europeias vão analisar matérias como o futuro da Europa, o próximo Orçamento Comunitário e a Política de Coesão, culminando com a definição de uma posição política da CRPM, que será apresentada às instituições comunitárias no quadro das negociações em curso sobre os próximos fundos comunitários e de preparação das eleições para o Parlamento Europeu, que se realizam no próximo ano.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.