Eleições

Cristas desafia Costa a dizer o que sabe sobre Tancos ou a “assumir as consequências”

Cristas desafia Costa a dizer o que sabe sobre Tancos ou a “assumir as consequências”

 

AO Online/ Lusa   Nacional   28 de Set de 2019, 21:15

A líder do CDS, Assunção Cristas, desafiou este sábado o primeiro-ministro, António Costa, a esclarecer, “de uma vez por todas”, o que sabe sobre o caso Tancos, ou “assumir as consequências”, inclusivamente uma nova comissão parlamentar de inquérito.

É uma atitude que “não é aceitável”, afirmou Cristas numa conferência de imprensa, na sede do CDS, em Lisboa, em que defendeu que o Ministério Público deve investigar se Costa e Azeredo Lopes, o ex-ministro da Defes Nacional, fizeram “declarações falsas” em todo este tempo, desde 2017, ano do furto no paiol de Tancos.

“Se o primeiro-ministro não quiser responder ao país sobre um tema tão importante, ficará com as consequências que daí advierem. O CDS já disse que não deixará cair o assunto e procurar por todos os meios para apurar a verdade”, afirmou, insistindo que o partido proporá uma segunda comissão de inquérito ao caso Tancos.

Para Cristas, “é duvidoso que o senhor primeiro-ministro não teve conhecimento do que se passou” quanto ao encobrimento na recuperação do material.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.