Santa Clara

Contas de 2006 do Santa Clara aprovadas por unanimidade


 

Arthur Melo   Futebol   11 de Out de 2007, 22:49

Pela primeira vez, em muitos anos, a Assembleia Geral de de Contas decorreu de forma ordeira, rápida e sem polémicas, com o documento a merecer a aprovação por unanimidade

Os sócios do Santa Clara aprovaram, por unanimidade, o Relatório e Contas referente ao exercício de 2006, em Assembleia Geral realizada na noite desta quinta-feira.

Pela primeira vez em muitos anos a reunião magna encarnada decorreu de forma ordeira, sem polémicas e apenas durou pouco menos de hora e meia.

Duas dezenas de associados, devidamente munidos do Relatório e Contas, ouviram atentamente a síntese efectuada por Mário Batista, não tendo as explicações do Presidente Adjunto merecido reparos de maior, pese embora o documento mostrasse que, mais uma vez, o clube fechou o ano em déficit.

Assim, em 31 de Dezembro de 2006, o Santa Clara apresentava como resultado negativo de 1.820.426,55 euros, atendendo a que os proveitos anuais foram de 2.506.639,34 euros, enquanto que os custos foram de 4.327.065,89 euros.

Em termos do passivo, este era de pouco mais de 12 milhões de euros a 31 de Dezembro de 2006, sendo que a direcção informou os associados que após a operação financeira de dação em cumprimento do Complexo Desportivo de São Gonçalo, em que o clube encaixou oito milhões, o passívo encarnado é, agora, de cinco milhões de euros.

No final da reunião, Cruz Marques anunciou que no próximo dia 26 o clube vai rubricar um acordo de patrocínio com uma empresa açoriana, em concreto, a Cofaco. O presidente encarnado não avançou os números envolvidos mas frisou a importância do clube, aos poucos, ir contrariando a tendência dos últimos anos, nomedamente no que diz respeito ao apoio que vem recebendo do tecido empresarial dos Açores.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.