Conselho de Ministros aprova fim de IRS para bolsas de alto rendimento


 

Lusa / AO online   Outras modalidades   11 de Out de 2007, 15:23

O Conselho de Ministros aprovou hoje a isenção de IRS para as bolsas de atletas de alto rendimento a partir de 1 de Janeiro de 2008, anunciou o secretário de Estado do Desporto, Laurentino Dias, durante um almoço com campeões europeus e mundiais.

    "A partir de 1 de Janeiro de 2008 as bolsas de alto rendimento para todos os atletas deixam de ter incidência de IRS. É um contributo muito forte do Governo, um contributo justo, que por mero acaso acontece no ano olímpico de 2008, num bom momento do desporto português", afirmou Laurentino Dias.

    O secretário de Estado do Desporto admitiu tratar-se de um velho anseio dos atletas "que durante anos e anos esperaram que os vários Governos tivessem a sensibilidade para não tachar (as bolsas) com impostos".

    Laurentino Dias falava durante um "almoço de trabalho" com 20 atletas campeões europeus e mundiais de várias modalidades nos meses mais recentes, no qual esteve ainda presente o presidente do Comité Olímpico de Portugal, Vicente Moura.

    A isenção de IRS está contida na proposta de Orçamento de Estado para 2008, aprovada hoje em Conselho de Ministros e que será apresentada sexta-feira na Assembleia da República.

   A campeã mundial de triatlo Vanessa Fernandes considerou hoje uma "muito boa notícia" o fim do pagamento de IRS nas bolsas dos atletas de alto rendimento, aprovado hoje em Conselho de Ministros e anunciado pelo secretário de Estado do Desporto.

    "É a melhor reacção possível. Acho que vai permitir que muitos atletas apostem na alta competição. Vamos poder gerir melhor o nosso dinheiro e o nosso futuro e apostar nas nossas carreiras", afirmou Vanessa Fernandes, em declarações à Agência Lusa.

    Vanessa Fernandes adiantou que os próprios atletas "nunca acreditaram muito que fosse possível", rematando: "É realmente uma notícia muito boa para todos nós".

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.