Concurso público internacional para PRC prevê instalação dos primeiros oito pontos este ano

Concurso público internacional para PRC prevê instalação dos primeiros oito pontos este ano

 

Susete Rodrigues/AO Online   Regional   2 de Abr de 2019, 12:41

Está previsto que os primeiros pontos de carregamento rápido (PCR) para a mobilidade elétrica entrem em funcionamento durante o segundo semestre deste ano, um anúncio feito esta terça-feira, pela secretária regional da Energia, Ambiente e Turismo, Marta Guerreiro.

A titular da pasta da Energia referiu, citada em nota do Gacs, que “foram lançadas as peças do procedimento concursal da segunda fase do concurso público internacional para o fornecimento, instalação e manutenção de 16 pontos de carregamento rápido da rede de mobilidade elétrica dos Açores, o que significa mais um passo importante para incentivar a mobilidade elétrica no arquipélago”.


A rede de mobilidade elétrica prevê 26 pontos de carregamento públicos, garantindo, pelo menos, um em cada concelho da Região, dos quais 16 serão pontos de carregamento rápidos.


Em outubro, na primeira fase do procedimento, foram adjudicados 16 dos 26 lotes para a concessão de serviços de exploração dos PCR, sendo que, para os 10 que ficaram excluídos ou desertos no concurso, a aquisição dos pontos de carregamento encontra-se assegurada através dos contratos ARAAL de colaboração entre o Governo Regional e os municípios recentemente celebrados.


O Plano de Investimentos da Direção Regional de Energia para 2019 tem uma dotação financeira superior a um milhão de euros para a mobilidade elétrica, de forma a corresponder a esta prioridade do Governo dos Açores.


A secretária regional sublinhou ainda que o Executivo açoriano aprovou recentemente uma Proposta de Decreto Legislativo Regional que define a estratégia para a implementação da mobilidade elétrica nos Açores, “materializando um conjunto de medidas de apoio e incentivo, nas suas diversas vertentes, que reforçam a aposta que o Governo dos Açores faz neste setor”.


Marta Guerreiro falava no final de uma visita à empresa Sousa & Garcês, que dedica a sua atividade à instalação de canalizações no setor da construção civil há mais de 17 anos, mostrando-se pioneira na adoção de boas práticas que fomentam a sustentabilidade ambiental, destacando-se, por exemplo, a sua frota constituída por cinco veículos elétricos, um híbrido e um motociclo elétrico.
   

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.