Comunistas apresentam queixa contra Euroscut


 

Luísa Couto   Regional   17 de Out de 2008, 11:41

Os comunistas açorianos apresentaram ontem uma queixa crime contra a empresa EuroScut Açores pelo que dizem ser “ a reiterada remoção de propaganda política e eleitoral nas vias públicas que gere como concessionária pelo Governo Regional”.
“Trata-se, assim, claramente, de impedir em plena Campanha Eleitoral para as Eleições Legislativas Regionais, a CDU de fazer chegar a sua mensagem política e eleitoral às populações”, referem os comunistas em nota enviada às redacções.
De acordo com a mesma nota, a CDU avança com procedimento criminal por entender que a “legalidade democrática tem que ser reposta”, uma vez que a mesma “é posta em causa se houver laxismo ou intolerância com atitudes fascizantes como as que se relacionam com este caso”.
Para os comunistas, trata-se de um claro atropelo a um “direito constitucionalmente protegido”.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.