Natal

Comércio com vendas abaixo de 2009 mesmo com promoções

Comércio com vendas abaixo de 2009 mesmo com promoções

 

Lusa/AO online   Economia   27 de Dez de 2010, 17:13

Depois de um Natal em que nem as promoções foram suficientes para ultrapassar as vendas alcançadas em 2009, o comércio inicia terça-feira um período de saldos sem grandes expectativas, disseram responsáveis de associações de comerciantes.
“Este Natal foi menos positivo que o do ano anterior”, disse à agência Lusa Nuno Camilo, presidente da Associação de Comerciantes do Porto, numa opinião corroborada pela União das Associações do Comércio e Serviços (UACS) de Lisboa.

Para o presidente da UACS, Vasco Mello, as vendas ficaram este ano “um pouco abaixo” do registado em 2009, ainda que a quebra não tenha sido uma surpresa para o responsável.

Num inquérito publicado em Setembro, “os empresários já previam uma diminuição das vendas relativamente ao ano anterior”, explicou.

Nuno Camilo lembra que, precisamente, a pensar na contenção dos consumidores numa conjuntura de crise, os lojistas optaram por fazer “promoções bastante competitivas” na época natalícia com o objectivo de gerar receitas para investir em novas colecções

“Com a falta de poder de compra dos portugueses, os comerciantes fizeram o sacrifício de fazer promoções de 40 e 50 por cento de maneira a escoar os stocks”, acrescentou.

Quanto aos saldos, Nuno Camilo considera que “os preços já estão tão esmagados” que “dificilmente haverá grandes reduções”.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.