Cimeira da Juventude discute trabalho e participação dos jovens na cooperação entre os dois continente


 

Lusa/Ao online   Nacional   5 de Dez de 2007, 05:18

Mais participação dos jovens na cooperação entre a UE e África e o reforço do trabalho na área da juventude são os temas em destaque na Cimeira de Juventude África-Europa, que hoje começa em Lisboa.
Cerca de 250 jovens europeus e africanos - representantes de governos, organizações regionais e internacionais e da própria juventude - vão discutir ao longo de três dias temas como a erradicação da pobreza, a igualdade de género, Objectivos de Desenvolvimento do Milénio, democracia, paz, conflitos, alterações climáticas, entre outros.

    "Pretendemos não só que a União Europeia e a União Africana reconheçam a importância dos jovens, mas também que desenvolvam políticas que lhes digam respeito e dêem à juventude recursos e instrumentos para desenvolver projectos", disse à Lusa o coordenador do programa da Juventude do Centro Norte-Sul do Conselho da Europa a propósito dos objectivos ambicionados para a Cimeira, que decorre até 07 de Dezembro.

    "Esperamos que seja um espaço de afirmação dos jovens, no qual possam reclamar o seu papel e as suas prioridades no contexto euro-africano", acrescentou Marcos Andrade.

    Na Declaração Final do encontro, que será apresentada aos chefes de Estado europeus e africanos durante a Cimeira UE/África, que se realiza também em Lisboa a 08 e 09 de Dezembro, os organizadores esperam ver consagrada, entre outros objectivos, a extensão da mobilidade, explicou Marcos Andrade.

    "Coisas tão simples como a obtenção de vistos é ainda algo complicado", disse o coordenador do programa da Juventude do Centro Norte-Sul, referindo que essas dificuldades foram sentidas na preparação das viagens de alguns dos participantes.

    A cimeira que hoje começa foi preparada através de um processo de consultas que envolveu a participação de cerca de 600 jovens europeus e africanos.

    O encontro, que decorre no Centro Ismaili, da Fundação Aga Khan, em Lisboa, vai contar com a presença, hoje, do Presidente da República, Aníbal Cavaco Silva, na sessão de abertura, e com a presença do primeiro-ministro e presidente do Conselho da União Europeia, José Sócrates, no encerramento.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.