Protecção da natureza

Centenas de espécies animais em perigo de extinção nas Honduras

Centenas de espécies animais em perigo de extinção nas Honduras

 

Lusa / AO online   Internacional   20 de Nov de 2007, 10:15

Centenas de espécies de mamíferos, aves e anfíbios estão em perigo de extinção nas Honduras pela acção do Homem, informaram fontes oficiais.
Um porta-voz da Corporação Hondurenha de Desenvolvimento Florestal afirmou à imprensa que cerca de duzentas espécies de aves e mamíferos estão em perigo de extinção.

Fontes da União Internacional para a Conservação da Natureza indicaram que metade dos anfíbios hondurenhos se extinguirá.

A caça sem limites e a destruição da floresta são as principais causas da extinção de uma elevada percentagem da fauna hondurenha, referiram as mesmas fontes.

No que respeita às espécies de anfíbios, contabilizadas em 124, cerca de metade já se extinguiu, segundo estudos da União Internacional para a Conservação da Natureza, organismo que opera em todo o mundo.

Salamandras, sapos, rãs e serpentes, algumas muito estranhas e pouco conhecidas nas Honduras, figuram entre as espécies que já desapareceram, informou a mesma organização ao diário La Tribuna.

 Apesar da nova lei da Corporação Hondurenha de Desenvolvimento Florestal que castiga com multas até vinte mil euros os que atentem contra a fauna nacional, as actividades contra a vida animal não cessam.

No que respeita aos mamíferos, as espécies em maior perigo são o veado de cauda branca, o jaguar, o puma, o mico, o macaco aranha, a vaca marinha, a iguana verde e a raposa cinzenta, para além de muitas aves.

Algumas das espécies de aves são levadas para países vizinhos na América Central, donde depois as enviam para os Estados Unidos e para a Europa, segundo fontes da Secretaria de Recursos Naturais e Ambiente.
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.