Política

Cavaco Silva vai abrir a bolsa de "Wall Street"

Cavaco Silva vai abrir a bolsa de "Wall Street"

 

Lusa/AO online   Nacional   21 de Set de 2008, 14:27

O Presidente da República, Aníbal Cavaco Silva, desloca-se na próxima semana a Nova Iorque, onde irá participar na abertura da 63ª Assembleia-Geral das Nações Unidas e abrir a bolsa de "Wall Street".
Na segunda-feira, poucas horas depois de chegar a Nova Iorque, no primeiro ponto da agenda da visita que irá decorrer até quinta-feira, o chefe de Estado terá um encontro com o secretário-geral das Nações Unidas, Ban Ki-Mon, da sede daquela organização.
À noite, Cavaco Silva irá participar na recepção oferecida pelo Presidente dos Estados Unidos da América, George W. Bush, em honra dos chefes de Estado e de Governo presentes para a abertura da 63ª Assembleia-Geral das Nações Unidas.
No dia seguinte de manhã, o Presidente da República assistirá à abertura oficial da 63ª Assembleia-Geral das Nações Unidas, no General Assembly Hall.
Ainda antes de almoço, Cavaco Silva terá encontros bilaterais com o chefe de Estado do Paraguai, Fernando Lugo Méndez, e com o primeiro-ministro autraliano, Kevin Rudd.
Para o final da tarde estão agendados mais encontros bilaterais, com os chefes de Estado da Bósnia e Herzegovina, Fatmir Sejdiu, da Sérvia, Boris Tadic, e de Montenegro, Filip Vujanovi.
Ainda na terça-feira, Cavaco Silva irá participar no jantar oferecido pelo secretário-geral das Nações Unidas.
Quarta-feira, pelas 10:00, o Presidente da República fará, então, a sua intervenção no Plenário da Assembleia-Geral das Nações Unidas.
Ao final da manhã, Cavaco Silva irá deslocar-se à Missão Permanente da Estónia junto das Nações Unidas, onde terá um encontro com o Presidente da República da Estónia, Toomas Hendrik Ilve, sendo de seguida agraciado com o Colar da Ordem da Cruz de Terra Mariana da República da Estónia.
Segundo fonte da Presidência da República, esta condecoração da Estónia representa um "gesto de gratidão" pelas acções de Cavaco Silva quando, em 1987, enquanto primeiro-ministro, defendeu a política de não ocupação daquele país pela Estónia.
De seguida, Cavaco Silva irá deslocar-se para um hotel de Nova Iorque, onde oferecerá um almoço aos chefes de Estado e altos funcionários dos países membros da Comunidade de Países de Língua Portuguesa nas Nações Unidas.
À tarde, o Presidente da República visitará a Missão Permanente de Portugal junto das Nações Unidas, encontrando-se com os funcionários daquela missão e com os funcionários portugueses das Nações Unidas.
Quinta-feira pelas 08:30, e já com a bandeira portuguesa hasteada na Bolsa de Nova Iorque, Cavaco Silva chegará a "Wall Street", acompanhado pelo presidente da Comissão do Mercado de Valores Mobiliários, Carlos Tavares, o presidente da Euronext Lisboa, Miguel Ataíde Marques, e pelo presidente do conselho de administração da Portugal Telecom, Henrique Granadeiro.
Depois de um encontro com o CEO da Bolsa de Nova Iorque, Duncan Niederauer, Cavaco Silva assinará o livro de honra da Bolsa de Nova Iorque e receberá uma estatueta com o símbolo da "New York Stock Exchange" (NYSE): um touro e um urso.
O Presidente da República será depois acompanhado por Duncan Niederauer ao "Podium Bell" onde, às 09:30, abrirão o mercado.
Depois de uma breve visita às instalações da bolsa nova-iorquina, o chefe de Estado e a comitiva que o acompanha manterão ainda um encontro com o especialista da NYSE que acompanha a Portugal Telecom SGPS SA, cotada na bolsa de Nova Iorque.
Ainda durante a manhã, no último ponto da agenda da visita, Cavaco Silva irá deslocar-se uma vez mais à sede das Nações Unidas, para participar na Mesa Redonda II do Evento de Alto Nível sobre os Objectivos de Desenvolvimento do Milénio.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.