Eleições

Catarina Martins promete campanha “sem provocações” e BE “fazedor de pontes”

Catarina Martins promete campanha “sem provocações” e BE “fazedor de pontes”

 

AO Online/ Lusa   Nacional   22 de Set de 2019, 20:33

A coordenadora bloquista, Catarina Martins, prometeu este domingo uma campanha eleitoral de "respeito pelas pessoas", "sem palavras ocas e sem provocações", apresentando-se o BE a estas eleições como um "fazedor de pontes" e sem arrependimentos do caminho feito.

Na primeiro discurso do período oficial de campanha para as eleições legislativas, durante um almoço com apoiantes da Cultura, em Queluz, distrito de Lisboa, Catarina Martins começou, desde logo, por afirmar "o compromisso de fazer destes 13 dias de campanha eleitoral um exercício de respeito pelas pessoas".

"Até 06 de outubro [dia das eleições legislativas], eu, nós - seremos milhares a fazê-lo - estaremos empenhados em esclarecimento e em mobilização, sem energia perdida, sem palavras ocas, sem provocações. Respeito pelas pessoas", prometeu.

O BE apresenta-se a esta corrida eleitoral, garantiu ainda a sua líder, "como uma alternativa programática e como um fazedor de pontes, que sempre foi", sendo o objetivo do partido "continuar fazê-lo".

"Não estamos arrependidos do caminho que fizemos e continuamos, por isso, a fazer este caminho de alternativa e também os caminhos de convergência, mas com mais força, com uma bancada mais diversa, mais jovem, mais forte, o país sabe a diferença que o Bloco de Esquerda pode fazer", apelou.

Por isso, Catarina Martins insistiu nestes 13 dias não vai desperdiçar o tempo de ninguém "com distrações".

"Portugal, a estabilidade da vida das pessoas, continuar o que se começou, com mais esquerda, mais coragem, mais justiça, é isso que queremos fazer e é a isso que vimos. E hoje, por isso mesmo, decidimos começar por falar de cultura", justificou.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.