Catarina Martins enaltece passes mais baratos e pede mais transportes

Catarina Martins enaltece passes mais baratos e pede mais transportes

 

Lusa/Ao online   Nacional   20 de Jan de 2019, 21:04

A coordenadora do BE, Catarina Martins, elogiou este domingo a medida orçamental negociada com o Governo para a descida do preço dos passes de transportes públicos, mas defendeu que deve ser acompanhada de mais investimento para haver mais meios disponíveis.

"Transportes públicos, coletivos, são essenciais à mobilidade e as deslocações são uma parte grande do salário das pessoas. A partir de abril, muda o tarifário. Na área metropolitana de Lisboa, não haverá passes acima de 40 euros. As famílias não gastarão mais de 80 euros, não precisam do equivalente a mais dois passes mesmo que tenham mais de dois elementos. As crianças até 12 anos deixam de pagar passe", disse Catarina Martins.

No meio de uma vista à feira da Brandoa, Amadora, a líder bloquista referiu tratar-se de "uma poupança muito significativa para tantas famílias que gastam até centenas de euros com passes todos os meses", enquanto distribuía panfletos e trocava saudações e cumprimentos com os populares.

"É uma medida muito importante, que faz apelo ao uso dos transportes coletivos e liberta salário, liberta pensão, melhora a vida das pessoas", continuou.

Para Catarina Martins, "esta medida tem de ser acompanhada de um maior investimento em transportes".

"Como vimos aqui hoje, há quem diga que não chegam os transportes que têm. É tão importante que em abril este desconto, este novo preço, ponha mais gente a utilizar os transportes, seja acompanhado de investimento para que haja o autocarro, o comboio, o metro, o barco de que as pessoas precisam", concluiu.




Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.