Presidência da República

Caso português e grego não têm "qualquer comparação"

Caso português e grego não têm "qualquer comparação"

 

Lusa / AO online   Economia   5 de Fev de 2010, 14:57

O Presidente da República, Cavaco Silva, defendeu esta sexta-feira não haver “qualquer comparação” entre a situação das finanças públicas portuguesas e gregas, considerando “infeliz e incorrecto” o paralelismo sugerido pela Comissão Europeia.
Em Castelo Branco, onde cumpre o primeiro dia do segundo Roteiro das Comunidades Locais Inovadoras, o Chefe de Estado afirmou ainda que “o mais importante” no momento em que o país está sob escrutínio dos mercados internacionais é a aprovação do Orçamento do Estado.

“Peço aos analistas externos que analisem com imparcialidade e com rigor os indicadores relativos a Portugal e concluirão, sem fazer qualquer esforço, que não há qualquer comparação entre Portugal e a Grécia”, disse, rejeitando em seguida a apreciação feita pelo comissário europeu Joaquin Almunia.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.