Carlos César não se recandidata a Presidente do Governo dos Açores

Carlos César não se recandidata a Presidente do Governo dos Açores

 

Rui Jorge Cabral   Regional   7 de Out de 2011, 19:55

O líder do PS/Açores, Carlos César, não vai ser recandidato a Presidente do Governo Regional nas eleições de 2012, após 16 anos no Governo e 16 na oposição.

O anúncio de Carlos César foi feito sexta-feira à noite na sede do PS/Açores em Ponta Delgada, numa breve declaração sem direito a perguntas dos jornalistas.

César justificou a sua decisão com a 'ética' dos cargos públicos e com o cumprimento da palavra dada em 2008 de que não se recandidataria.

O ainda Presidente do Governo Regional até Outubro de 2012 lembrou que os Açores foram a única Região Autónoma que cumpriu a obrigação constitucional da limitação de mandatos. "E fi-lo sabendo que podia ser o seu principal destinatário", afirmou.

César admitiu não haver um entendimento único em relação à possibilidade constitucional de se recandidatar, uma vez que o Estatuto Político-Administrativo dos Açores limita a três os mandatos do Presidente do Governo Regional, mas só entrou em vigor em 2009, já depois da última reeleição de César.

O líder do PS/Açores disse ter, no entanto, pareceres positivos sobre a admissibilidade constitucional da sua recandidatura, sabendo também "existir uma apreciação positiva sobre o Governo a que preside". Por isso, afirmou não ter dúvidas que o PS ganharia de novo as eleições se elas se realizassem hoje.

Carlos César nada disse sobre o futuro da liderança dos socialistas açorianos, nomeadamente sobre como e quando será feita a escolha do candidato às eleições de 2012. Recorde-se que os secretários regionais Vasco Cordeiro, Sérgio Ávila e José Contente, bem como o deputado à Assembleia da República, Ricardo Rodrigues, são tidos como os principais candidatos à sucessão de Carlos César.

Por fim, na sua declaração, Carlos César lembrou que 2012 será um ano de reorientação de políticas para continuar a gerir bem as finanças públicas e para que os Açores continuem a ser um 'bom exemplo' para o país.*

 

*Leia esta notícia na íntegra e conheça as reacções dos líderes parlamentares dos partidos na Assembleia Regional ao anúncio de Carlos César no jornal Açoriano Oriental de Sábado, 8 de Outubro de 2011.

 

 


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.