Carlos Brum Melo apresenta a nível internacional exposição de fotografia sobre o Tibete

Carlos Brum Melo apresenta a nível internacional exposição de fotografia sobre o Tibete

 

Susete Rodrigues/AO Online   Cultura e Social   19 de Nov de 2018, 12:01

Carlos Brum Melo, jurista e fotógrafo açoriano, apresenta no próximo dia 21 de novembro, quarta-feira, na Bibliothèque Solvay, em Bruxelas, a sua exposição de fotografia “Tibete, na sombra do teto do mundo”, a convite da International Campaign for Tibet – Save Tibet, a mais prestigiada associação de defesa dos direitos humanos no Tibete a nível mundial, presidida pelo ator norte-americano Richard Gere, adianta comunicado de imprensa.

O evento insere-se no âmbito das comemorações do 30.º aniversário daquela organização.

Através deste ensaio fotográfico,Carlos Brum Melo, convida a uma jornada entre Lhasa e Rongbuk (campo base do Evereste), que percorre a ancestral ligação do budismo ao povo tibetano, sem fugir à inquietante dinâmica política instituída pela República Popular da China, e os consequentes condicionalismos ao nível do exercício de direitos fundamentais pelo povo tibetano.


Refira-se que esta mostra já foi apresentada nas Universidades do Porto, de Lisboa e de Coimbra, no ISCAC e no Montanha Pico Festival, contemplando um conjunto de palestras sobre temáticas relacionadas com problemáticas dos direitos humanos e os contextos históricos, políticos e sociais do Tibete.

Carlos Brum Melo é licenciado em Direito e mestre em Relações Internacionais, com estudos paralelos na fotografia documental, humanista e de viagem. Com trabalhos em quatro continentes, donde se destaca o blogue de viagens, 'Viajário Ilustrado', procura contribuir para mudanças globais com pequenos gestos locais, através de mensagens que advogam a defesa dos direitos humanos, diz mesma nota.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.