Capelense desperdiça e União aproveitou

Capelense desperdiça e União aproveitou

 

Luís Pedro Silva   Futebol   2 de Nov de 2008, 21:47

O Capelense empatou diante do União Micaelense e apenas se poderá lamentar da ineficácia dos seus jogadores no momento de rematar à baliza
O Capelense empatou diante do União Micaelense e apenas se poderá lamentar da ineficácia dos seus jogadores no momento de rematar à baliza.

A formação das Capelas dominou a maioria dos períodos do jogo, através de jogadores experiementes e rápidos na execução de jogadas ofensivas, mas saiu penalizada pela deficiente conclusão das jogadas.

Noutro sentido, o União Micaelense mostrou uma tremenda eficácia ofensiva conseguindo marcar dois golos, num jogo onde acabou a sofrer para conquistar um ponto.

A primeira parte do encontrou começou, praticamente, com o golo do União Micelense, apontado por Tiago Oliveira, que permitia ao treinador Miguel Ferreira, gerir o encontro com mais tranquilidade.

No entanto, os jogadores do Capelense, fazendo uso da velocidade e técnica dos seus avançados, conseguiu recuperar a desvantagem através de um golo de Gervásio Braga.

A capacidade ofensiva do Capelense permitiu ultrapassar o União Micaelense, através de um golo de Sidónio, que marcou à sua anterior equipa, dando justiça ao resultado.

A formação dos unionista conseguiu aproveitar um bom movimento de Quental para restabelecer a igualdade no marcador.

Até ao final da primeira ainda ocorreram diversas situações de golo, para ambas as balizas, mas o domínio do jogo pertenceu ao Capelense.

O segundo tempo continuou a mostrar a equipa das Capelas a dominar o jogo e a criar muitas oportunidades, mas sem conseguir finalizar com sucesso, devendo apenas queixar-se de si própria pelo empate.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.