Açoriano Oriental
Bolieiro diz que economia dos Açores passa pela aposta na produção alimentar

O presidente do Governo dos Açores, José Manuel Bolieiro, afirmou que a economia da região vai passar pela “contínua aposta” na capacidade de produzir alimentos, alertando para os riscos da dependência externa.

Bolieiro diz que economia dos Açores passa pela aposta na produção alimentar

Autor: Lusa

“Experimentamos, nós e o mundo inteiro no período pandémico, o risco de uma dependência total da externalidade. Acredito que a nossa economia e o desenvolvimento dos Açores também passa pela nossa contínua aposta na capacidade produtiva de bens transacionáveis de alimento humano, tanto no agroalimentar, como no marítimo-alimentar”, vincou.

Bolieiro discursava  na inauguração do Centros de Fabrico dos Açores (CFA), um investimento do grupo Bensaude, em Ponta Delgada.

O líder do Governo Regional (PSD/CDS-PP/PPM) defendeu a necessidade de promover a autonomia alimentar da região.

“Na balança comercial importa ter essa capacidade de expedição que ajuda a criar riqueza nos Açores”, salientou.

E acrescentou: “Acredito fortemente neste valor da nossa economia e da nossa capacidade produtiva, de embalamento e distribuição. Também acredito na sofisticação, na verificação da segurança alimentar e na qualidade biológica”.

Bolieiro defendeu a necessidade de existir um “preço justo em cada etapa” da cadeia de valor de forma a assegurar a “redistribuição do rendimento”.

“Gostaria de sinalizar outra observação que quero que seja o essencial da mensagem: a do valor acrescentado que quero introduzir nas nossas políticas públicas estratégicas de desenvolvimento da cadeia de valor, da produção até à distribuição”, assinalou.

Segundo o ‘site’ do grupo Bensaude, a empresa CFA – Centros de Fabrico dos Açores “define-se como uma indústria de processamento de carnes, panificação, pastelaria e pescado presente” nos Açores.


PUB
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados