Bolieiro defende aposta em eventos que elevem patamar do conhecimento

Bolieiro defende aposta em eventos que elevem patamar do conhecimento

 

Susete Rodrigues/AO Online   Regional   21 de Mar de 2019, 11:07

O presidente da Câmara Municipal de Ponta Delgada, José Manuel Bolieiro, defendeu a aposta em eventos que elevem patamar do conhecimento, quer da população local, quer do turista.

“É fundamental exercitar reconhecimento aos protagonistas da nossa história e dar conhecimento às gerações presentes do nosso passado, que nos honra e nos molda no ser que somos”, sustentou o edil que discursava na cerimónia evocativa do centenário da criação do Centro de Aviação Marítima dos Açores, acrescentando, citado em nota de imprensa, que “é fundado neste sentimento e nesta convicção que tenho recebido como boas todas aportações para evocar, celebrar e sobretudo deixar através de sinais marcantes informação e conhecimento aos residentes e a quem nos visita nos lugares mais simbólicos da cidade e do concelho de Ponta Delgada”, contribuindo para a eliminação de uma “contemplação ignorante”.


“Tem sido esta a estratégia do município que, assim, vê cumprida “a nossa obrigação para com a história, com o presente e o futuro”, dando como exemplo a placa comemorativa do centenário da criação do referido centro, no Alto da Mãe de Deus, espaço local emblemático da cidade de Ponta Delgada.


O autarca congratulou-se, ainda, com a parceria com a Marinha para a celebração em Ponta Delgada do centenário da criação do Centro de Aviação Marítima dos Açores e enalteceu a “inquietude do conhecimento” do professor e historiador Sérgio Rezendes, permitindo resgatar a nossa história coletiva.


O ponto alto das comemorações foi o descerramento da placa comemorativa do centenário da criação do referido centro, no Alto da Mãe de Deus, seguido da homenagem aos que pereceram no mar. O enquadramento histórico do evento esteve a cargo de Sérgio Rezendes.


Na ocasião, o Padre João Maria Brum, deu a conhecer dois quadro do século XIX alusivos aos marítimos e à relação destes com o Alto e com a Ermida da Mãe de Deus.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.