Liga dos Campeões

Benfica recebe AC Milan sem margem para errar

Benfica recebe AC Milan sem margem para errar

 

Lusa / AO online   Futebol   26 de Nov de 2007, 11:12

Sem grande margem para erro, o Benfica recebe quarta-feira, no Estádio da Luz, os italianos do AC Milan, em jogo da quinta jornada da Liga dos Campeões de futebol e no qual uma derrota significará a "despedida" dos "encarnados" da prova.
Com uma magra prestação na edição 2007/2008 da Liga dos Campeões, o Benfica enfrenta o penúltimo jogo do grupo - no último visita o Shakhtar Donetsk - de "calculadora na mão", sabendo que a vitória é crucial.

Cumpridas quatro jornadas do grupo D, o AC Milan lidera (com nove pontos), seguido dos ucranianos do Shakthar Donetsk e escoceses do Celtic Glasgow (seis), enquanto o Benfica tenta fugir ao último lugar e luta por um apuramento matematicamente possível.

Três derrotas (em Milão, na Luz com o Shakhtar e em Glasgow) e uma vitória na Luz (Celtic Glasgow) não deixam a equipa orientada por Jose António Camacho em posição confortável e apenas um triunfo na quarta-feira poderia dar um novo alento.

A campanha "encarnada" foi até ao momento não mais do que um deserto de resultados, valendo apenas a vitória na Luz, pela margem mínima, com o Celtic, e depois de perder, com naturalidade, em Milão e ser surpreendida em casa pelo Shakhtar.

Terá sido um dos maiores pecados da equipa perder em casa com a formação de Donetsk, adversária directa na luta por uma das duas vagas para os oitavos-de-final da Liga dos Campeões e tendo em conta o "estatuto" do AC Milan.

Quarta-feira, na Luz, Camacho deverá recorrer à sua melhor artilharia, já com o extremo uruguaio Cristian Rodriguez na equipa - que falhou sábado a Académica depois de uma gastroentrite - e com a recuperação de alguns jogadores-chave, como Petit e David Luiz.

Estes dois jogadores já actuaram sábado na deslocação a Coimbra - David Luiz entrou de início e Petit na segunda parte -, tendo sido importantes na vitória, mais uma vez tardia, por 3-1.

Na campanha "europeia" é certo que o técnico espanhol nem sempre contou com os seus melhores jogadores, recorrendo a algumas adaptações, mas será este o momento de Camacho voltar a ter o grupo todo disponível.

Sabendo que uma vitória é crucial para se manter na luta pelo apuramento, o empate, por seu turno, deixa os "encarnados" em completa dependência de Shakhtar e Celtic, que jogam entre si na quarta-feira, e a fazer contas até à última jornada.

Na sexta e última ronda, antecipada para 4 de Dezembro, o Benfica visita o Shakhtar Donetsk e o AC Milan recebe o Celtic Glasgow, a única equipa que lhe impôs uma derrota, em Glasgow (2-1).
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.