Açoriano Oriental
Covid-19
Bélgica regista novo recorde diário com mais de 15.000 casos de infeção

A Bélgica registou 15.432 casos de infeção pelo novo coronavírus na sexta-feira, o maior número de infeções diárias registadas no país desde o início da pandemia, anunciou este sábado o instituto de saúde pública Sciensano.

Bélgica regista novo recorde diário com mais de 15.000 casos de infeção

Autor: AO Online/ Lusa

O recorde anterior ocorreu no domingo, quando 12.969 infeções pelo novo coronavírus, que provoca a covid-19, foram detetadas no país.

Entre 14 e 20 de outubro, foram confirmados, em média, 11.201 casos por dia, o que representa um aumento de 56%, comparativamente à semana anterior.

Segundo a agência de notícias belga, na conferência de imprensa, realizada na sexta-feira, sobre a situação epidemiológica, os porta-vozes da saúde afirmaram que o limite de 20 mil casos diários não deve demorar a ser ultrapassado.

No total, 287.700 pessoas foram infetadas pelo SARS-CoV-2 desde o início da pandemia na Bélgica, país com 11,5 milhões de habitantes.

Neste momento, 4.061 pessoas estão hospitalizadas devido à covid-19, 632 das quais em cuidados intensivos.

Desde o início da crise pandémica, já morreram 10.658 pessoas no país.

Entre 14 e 20 de outubro, morreram em média 37,1 pessoas, o que representa um aumento de 12 óbitos comparativamente à semana anterior.

A taxa de positividade para os testes é de 17,5%.

De acordo com uma publicação do Centro Europeu de Prevenção e Controlo das Doenças, na sexta-feira, a Bélgica registou uma incidência cumulativa de 1.019,8 casos por 100 mil habitantes nos últimos 14 dias, o segundo maior valor da União Europeia, permanecendo apenas atrás da República Checa.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 1,1 milhões de mortos e mais de 41,3 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.


 
PUB
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.