Açoriano Oriental
BE/Açores critica novo executivo sem "qualquer tipo de solução nova"

O deputado do BE no parlamento dos Açores, António Lima, afirmou que o novo Governo Regional (PSD/CDS-PP/PPM), que hoje tomou posse, é um executivo sem qualquer solução nova e com "pouca confiança no seu próprio futuro”.

BE/Açores critica novo executivo sem "qualquer tipo de solução nova"

Autor: Lusa/AO Online

"Não ouvimos qualquer tipo de solução nova, nem medidas que ficaram omissas. [Ouvimos] discursos e apelos constantes à estabilidade que indiciam que o governo e o presidente têm muito pouca confiança no seu próprio futuro", disse António Lima, que é também dirigente regional do BE.

O bloquista falava aos jornalistas após a tomada de posse do novo executivo açoriano, numa sessão realizada na Assembleia Legislativa da região, na cidade da Horta, na ilha do Faial.

No seu entendimento, está-se perante "um governo claramente de continuidade" - o que o partido critica, tendo em conta a sua distância em relação às políticas da coligação – e é de estranhar os apelos “à responsabilidade e à estabilidade" feitos hoje pelo presidente do parlamento açoriano, Luís Garcia, e pelo chefe do executivo açoriano, José Manuel Bolieiro.

"Acabámos de sair de eleições e é surpreendente este apelo”, apontou António Lima, para quem seria de esperar que fosse a direita a apresentar “uma solução de governo estável para os Açores”.

Para o dirigente, tanto na anterior legislatura, já governada por PSD/CDS-PP e PPM (com acordos parlamentares com o Chega e a IL), como na atual, "aquilo que traz a coligação e a direita, que é maioritária no parlamento, é insegurança, é incapacidade de apresentar uma solução de futuro para os Açores".

António Lima reiterou a discordância do BE em relação ao Programa de Governo Regional, que terá agora de ser apresentado e votado no parlamento do arquipélago.

"Quando um governo acaba de tomar posse e a tónica geral do seu discurso é apelar à estabilidade e à responsabilidade, quer dizer que para o país, da mesma forma, a direita não é solução para formar uma solução de governo estável e que responda essencialmente aos problemas do país", acrescentou.


PUB
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados