BCP/BPI: Berardo diz que fim das negociações já era esperado


 

Lusa / Ao online   Economia   25 de Nov de 2007, 21:17

O empresário Joe Berardo, um dos maiores accionistas do BCP, disse hoje à agência Lusa que o fim das negociações para uma eventual fusão com o BPI era um desfecho esperado, porque não contava com o apoio dos accionistas.
    O Banco Comercial Português (BCP) e o Banco BPI anunciaram hoje, em comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), o fim das negociações para uma fusão entre as duas instituições financeiras.

    Em declarações à Lusa, Joe Berardo, que detém cerca de 6 por cento do BCP, disse já esperar este desfecho e afirma que, agora, o banco liderado por Filipe Pinhal tem de “apostar no seu desenvolvimento e crescer internacionalmente”.

    “[O insucesso das negociações] não é mais do que se estava à espera”, afirmou Berardo, apontando que o BPI pretendia apossar-se do BCP.

    “Os accionistas não estavam para isso e ainda bem que o conselho de administração percebeu”, sublinhou.
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.