BCE elogia reformas laborais em Portugal, Grécia, Irlanda, Espanha e Itália

BCE elogia reformas laborais em Portugal, Grécia, Irlanda, Espanha e Itália

 

Lusa/AO online   Economia   8 de Out de 2012, 16:20

O Banco Central Europeu (BCE) elogiou hoje as reformas laborais ocorridas em Portugal, Grécia, Irlanda, Espanha e Itália, por conterem "medidas importantes para aumentar a flexibilidade nas negociações laborais e reduzir a excessiva proteção do emprego".

De acordo com o estudo, “Os mercados laborais da zona euro e a crise” publicado hoje, o BCE considerou que o mercado laboral na zona euro respondeu de uma forma heterogénea à crise.

Ainda assim, a instituição liderada por Mario Draghi considera que as reformas realizadas em Portugal, Grécia, Irlanda, Espanha e Itália constituem os primeiros passos para melhorar a competitividade destes países e do conjunto da zona euro.

“As reações à crise nos diferentes países refletem as diferenças em relação ao impacto da crise nos diferentes países”, refere o BCE.

A entidade monetária concluiu ainda que existe “um ajuste salarial relativamente limitado nos países da zona euro, apesar da gravidade da crise, apontando para a rigidez do salário”.

O BCE assina ainda que os trabalhadores pouco qualificados, temporários e jovens foram os mais afetados pela recessão na zona euro.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.