Açoriano Oriental
Ucrânia
Ataques russos provocam pelo menos 15 mortos em cidades ucranianas

Pelo menos 15 pessoas morreram e dezenas ficaram feridas após ataques russos a várias cidades ucranianas, que ativaram as defesas antiaéreas do país, segundo as autoridades locais.

Ataques russos provocam pelo menos 15 mortos em cidades ucranianas

Autor: Lusa/AO Online

As forças russas dispararam “mais de 40 mísseis” contra várias cidades da Ucrânia, incluindo a capital Kiev, alertou o Presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky na rede social Telegram.

Além de Kiev, "Dnipro, Kryvyi Rih, Sloviansk, Kramatorsk" foram afetadas, afirmou Zelensky, acrescentando que edifícios de apartamentos, infraestruturas e um hospital infantil foram afetados.

“Todos os serviços estão mobilizados para salvar o maior número de pessoas possível”, acrescentou o Presidente ucraniano.

Os ataques russos sobre Kiev deixaram pelo menos cinco mortos, segundo informações divulgadas pelas autoridades da capital ucraniana, atingida por uma nova onda de bombardeamentos.

“Há balanço provisório de cinco mortos. A informação está a ser atualizada”, disse a administração militar de Kiev na rede social Telegram.

O autarca da capital, Vitali Klitschko, anunciou o envio de equipas de socorro para tratar possíveis vítimas no distrito de Solomianski, na zona oeste da capital ucraniana.

Klitschko afirmou que fragmentos de mísseis abatidos pelas defesas antiaéreas caíram em áreas do centro da cidade, acrescentando que um centro médico infantil foi danificado e, pelo menos três pessoas ficaram feridas.

O último grande ataque a Kiev ocorreu a 12 de junho.

A administração militar de Kiev disse no Telegram que destroços caíram em seis bairros diferentes, enquanto o chefe do gabinete presidencial ucraniano, Andriy Yermak, denunciou um ataque “visando civis e infraestruturas”.

Já os ataques russos sobre a cidade de Kryvyi Rih, no centro da Ucrânia, deixaram pelo menos 10 mortos e 31 feridos, informou o chefe da administração militar desta cidade.

“De acordo com dados preliminares, 10 pessoas morreram, 31 feridos já estão no hospital, 10 desses estão gravemente feridos”, escreveu Oleksandr Vilkoul no Telegram, alegando que um “ataque massivo de mísseis” atingiu em particular uma área industrial em Kryvyi Rih, a cidade do Presidente Zelensky.

Na região de Kharkiv (nordeste), alvo de uma ofensiva russa desde 10 de maio, cinco civis foram mortos quando o seu carro passou por uma mina colocada numa estrada florestal, declarou hoje o líder do distrito militar de Kharkiv, Oleg Synegubov.

A explosão ocorreu “perto do cemitério número 17, numa estrada florestal não pavimentada em direção à aldeia de Tsyrkouny”, a norte de Kharkiv, declarou Synegubov no Telegram, especificando que as vítimas eram um homem de 53 anos, duas mulheres de 64 e 25 anos, um rapaz de 5 anos e um bebé de três meses.

“Atenção, a aviação de longo alcance da Federação Russa começou novamente a disparar mísseis contra a Ucrânia”, publicou o exército polaco na rede social X. A Polónia, que faz fronteira com a Ucrânia, é um dos países apoiadores de Kiev.

PUB
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados