Incêndio Portugal

Assistidos até agora 12 feridos nos hospitais algarvios, todos ligeiros

Assistidos até agora 12 feridos nos hospitais algarvios, todos ligeiros

 

Lusa/AO Online   Nacional   6 de Ago de 2018, 17:46

Doze pessoas, todas com ferimentos ligeiros, foram assistidas até às 16h00 (menos uma nos Açores) desta segunda-feira nos hospitais do Algarve na sequência do incêndio que desde sexta-feira lavra na serra de Monchique, informaram as autoridades de saúde.

Em comunicado, a Administração Regional de Saúde (ARS) do Algarve adiantou que, dessas doze pessoas, apenas uma se mantém em observação no Serviço de Urgência da Unidade de Portimão do Centro Hospitalar e Universitário do Algarve (CHUA).

A ARS/Algarve disponibilizou uma equipa de profissionais de saúde do Centro de Saúde de Monchique para assistir as pessoas que se encontram no Centro de Apoio à População na Escola EB 2,3 de Monchique, lê-se na nota.

Em articulação com o Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM), aquele organismo está também a disponibilizar as instalações do Centro de Saúde para que as equipas do INEM possam prestar apoio aos operacionais que se encontram no terreno, afetados pelo cansaço, desidratação, inalação de fumo.

O Centro Hospitalar e Universitário do Algarve (CHUA) disponibilizou ainda uma equipa de saúde mental comunitária para articular o apoio à população em caso de necessidade, lê-se no comunicado.

Em todo o perímetro do incêndio de Monchique estão a ser registadas "fortes reativações" que, associadas à intensidade do vento, estão a tomar grandes proporções, de acordo com um ponto de situação da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC).

A informação, publicada na página de Internet da ANPC e atualizada às 17:35, era nesta hora a única disponibilizada pelas autoridades relativamente ao incêndio que lavra em Monchique.

A Lusa tentou obter esclarecimentos tanto através do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Faro, como do posto de comando instalado em Monchique, o que não foi possível.

Foram mobilizados para o combate às chamas um total de 1.157 operacionais, apoiados por 358 viaturas e 13 meios aéreos.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.