Justiça

Armando Vara afirma estar inocente


 

Lusa / AO online   Economia   29 de Out de 2009, 13:25

Armando Vara, vice-presidente do Millennium BCP e um dos 13 arguidos no âmbito da operação Face Oculta da Polícia Judiciária, garante estar inocente numa nota interna que enviou esta quinta-feira aos colaboradores do banco.
"Fui ontem [quarta-feira] notificado ter sido constituído arguido em processo já tornado público através da comunicação social. Afirmo que estou inocente, pelo que aguardo com o maior interesse as provas que as autoridades venham a exibir relativas ao meu envolvimento no processo, o que por certo será efectuado em sede própria e não através da comunicação social", lê-se na nota assinada por Armando Vara, à qual a agência Lusa teve acesso.

A operação foi desencadeada pela PJ, através do Departamento de Investigação Criminal de Aveiro, em articulação com o Ministério Público, no Departamento de Investigação e Acção Penal (DIAP) do Baixo Vouga.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.