Açoriano Oriental
Alteradas portarias de execução do Programa Operacional Mar 2020

O Ministério do Mar alterou, esta segunda-feira, várias portarias de execução do Programa Operacional Mar 2020, tendo em vista agilizar procedimentos e “dar condições” para a apresentação de despesa pelos beneficiários à medida que os projetos vão sendo concretizados.

article.title

Foto: LUÍS FORRA/LUSA
Autor: LUSA/AO Online

No preâmbulo da portaria do Ministério do Mar, assinada em 19 de novembro, pelo ministro Serrão Santos, hoje publicada em Diário da República, o Governo explica porque razão altera a regra de apresentação até quatro pedidos de pagamento por candidatura aprovada, que consta das primeiras versões dos regulamentos específicos das medidas de apoio do Programa Operacional Mar 2020.

“A experiência na implementação do programa tem revelado que aquela limitação pode, em alguns casos, não assegurar adequadamente a dinâmica das operações, justificando-se, por isso, prever a possibilidade de a Autoridade de Gestão flexibilizar o número de pedidos de pagamento a apresentar pelos beneficiários, permitindo assim maior cadência dos reembolsos e aumentando a execução”, justifica o ministro do Mar.

E lembra que essa flexibilidade já foi introduzida em alguns regulamentos específicos do Mar 2020, e que “importa estendê-la” a outros regulamentos, “aproveitando-se ainda a oportunidade para, nos mesmos regulamentos, introduzir alterações de redação no sentido de clarificar dúvidas de natureza interpretativa” que têm vindo a ser suscitadas e de “eliminar alguns vícios formais”.


Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.