Alerta amarela em ilha canária de El Hierro por risco de erupção vulcânica


 

Lusa/AO Online   Internacional   28 de Set de 2011, 08:22

 Milhares de movimentos sísmicos nas últimas semanas, que especialistas indicam podem pressagiar uma erupção vulcânica, levaram à retirada esta madrugada de dezenas de pessoas das suas casas na ilha espanhola de El Hierro (Canárias).

Toda a ilha está em alerta amarela e cerca de 50 pessoas foram já retiradas das suas casas, nas zonas de Frontera, temendo-se desprendimentos de terra provocados pelos sismos, a maioria dos quais a população nem sentiu.

Desde julho já se sentiram na ilha mais de 8.000 sismos, uma situação idêntica há que se viveu no final do século 18, quando também se temeu uma erupção na ilha.

Devido ao alerta, centenas de crianças da ilha – onde vivem cerca de 10 mil pessoas – ficarão hoje sem escola, e o principal túnel da ilha está também fechado.

Ainda que as autoridades locais insistam que não é necessário alarme, está já preparado para ser implementado um plano alargado de evacuação de grande parte da ilha – envolvendo a retirada de até 4.000 pessoas.

Só na terça-feira registaram-se mais de uma centena de sismos, de magnitude entre 2 e 3,8 graus na escala de Richter.

Ainda assim o nível de alerta amarelo, decreto a 23 de setembro, não foi alterado.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.