Açoriano Oriental
Açores/Mau tempo: PSD acusa governo de “esconder” informações sobre Lorenzo

Os deputados PSD nos Açores voltaram esta sexta feira a acusar o Governo Regional socialista de esconder informações relacionadas com o furacão Lorenzo, mas o executivo diz que isso não corresponde à verdade.

Açores/Mau tempo: PSD acusa governo de “esconder” informações sobre Lorenzo

Autor: AO Online/ Lusa

"Em vésperas de eleições, esconde-se informação, esconde-se a verdade, e isto é uma fraude política" acusou o deputado social-democrata Bruno Belo durante a discussão do relatório final do grupo de trabalho criado para acompanhar a reconstrução dos estragos provocados pela tempestade.

No entender do parlamentar, o documento agora em discussão na Assembleia Legislativa dos Açores não passa de um "relatório partidário parcial", apresentado pela bancada da maioria socialista, que "não respeita" o trabalho desenvolvido pelas restantes bancadas e "não dignifica" o órgão máximo da autonomia regional, o parlamento.

Contudo, o secretário adjunto da Presidência, Berto Messias, garantiu em plenário que o executivo entregou tudo, ou quase tudo, o que lhe foi pedido pelo parlamento.

"O grupo de trabalho pediu os relatórios no âmbito dos levantamentos dos prejuízos e o governo forneceu ao grupo de trabalho os relatórios no âmbito dos levantamentos dos prejuízos", insistiu o governante, adiantando que os social-democratas devem estar a referir-se a um "pedido de informação complementar", desconhecido para o Governo dos Açores.

Por seu lado, o deputado socialista que presidiu ao Grupo de Trabalho do Furacão Lorenzo, André Rodrigues, entende que o PSD "está é ressabiado pelo facto de a República ter sido solidária com a região, no caso desta calamidade, e de isso não ter acontecido no passado, em relação a outras catástrofes", quando o Governo da República era do PSD e do CDS.

"Foram completamente contraditórias as respostas quando temos um governo do PS a governar e quando temos algum governo da responsabilidade do PSD a governar" na República, insistiu o parlamentar socialista, recordando que "de um lado recebemos um não: vão à banca, do outro, está cá a solidariedade, 85% para ajudar os açorianos na recuperação das suas infraestruturas".

O PSD foi o único partido a votar contra o relatório do furacão Lorenzo.

O CDS absteve-se e apenas o PS e o Bloco votaram a favor.

A passagem do furacão Lorenzo pelos Açores, em outubro de 2019, causou a destruição total do porto das Lajes das Flores, que deverá ser reconstruído a partir de 2021.

Durante a passagem do Lorenzo foram registadas 255 ocorrências e 53 pessoas tiveram de ser realojadas.


 
PUB
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.