Acordo no IRC é prenda de Natal para as pequenas e médias empresas


 

Lusa/AO online   Economia   18 de Dez de 2013, 17:39

O secretário-geral do PS considerou esta quarta-feira o acordo na reforma do IRC uma "prenda de Natal" para pequenas e médias empresas e disse que a nova descida deste imposto em 2015 estará condicionada a reduções no IRS e IVA.

 

António José Seguro falava aos jornalistas após o PS ter chegado a acordo com a maioria PSD/CDS sobre a reforma do IRC e antes de presidir à inauguração de uma exposição do artista plástico António Colaço, denominada "Poderes" e que vai estar por um mês patente na sede dos socialistas.

"Tudo indica que na sexta-feira será um grande dia para as pequenas e médias empresas, que terão a sua taxa de impostos reduzida em 30 por cento, passando de 25 para 17 por cento para os primeiros 15 mil euros de lucro", sustentou o líder socialista.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.