"A ética do juiz" debatida por Adriano Moreira, Pacheco Pereira e Marcelo Rebelo de Sousa


 

Lusa/AO   Nacional   12 de Out de 2007, 08:20

Adriano Moreira, Pacheco Pereira e Marcelo Rebelo de Sousa participam hoje num colóquio subordinado ao tema "A ética do juiz", no auditório da Faculdade de Direito de Lisboa, promovido pela Associação de Juízes pela Cidadania (AJpC).
"O juiz não deve ter uma cultura de prepotência, de arrogância e de autoritarismo. A competência e a qualidade do seu serviço afere-se pela humildade de servir com dignidade o cidadão que lhe roga Justiça", referem os organizadores do debate.

    Para a AJpC, presidida por Rui Rangel, "a ética do juiz deve ter uma dupla vertente: a ética no processo e no tribunal e a ética na sociedade", sendo que "o compromisso ético tem que constituir a verdadeira expressão da função judicial".

    O debate será moderado pelo juiz desembargador José Albino Caetano Duarte, membro do Conselho Superior da Magistratura, estando a alocução inicial a cargo do presidente do conselho directivo da Faculdade de Direito de Lisboa, Eduardo Vera Cruz Pinto.

    Marcelo Rebelo de Sousa, presidente do conselho científico da Faculdade de Direito de Lisboa, também deverá participar no debate.

    A Associação de Juízes pela Cidadania é um novo movimento cívico criado por um grupo de magistrados para promover o Direito e a Justiça, com o objectivo de reforçar a confiança dos cidadãos nos tribunais.
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.