Agitação social

77 polícias feridos em confrontos nos arredores de Paris

77 polícias feridos em confrontos nos arredores de Paris

 

Lusa / AO online   Internacional   27 de Nov de 2007, 15:30

Setenta e sete polícias ficaram feridos, cinco dos quais com gravidade, em confrontos durante a madrugada, entre jovens e polícias, nos arredores de Paris, disse o sindicato da polícia Synergie.
A comuna de Villiers-le-Bel conheceu uma segunda noite consecutiva de confrontos entre dois jovens e forças de segurança, na sequência da morte, domingo, de dois adolescentes, de 15 e 16 anos, numa colisão entre uma motorizada e um carro da polícia.

Um balanço anterior da polícia dava conta de 64 polícias feridos.

A prefeitura de Val-d'Oise (norte de Paris) - departamento pertencente à região de Île-de-France - afirmou que "numerosos polícias ficaram feridos".

Três polícias "mais gravemente atingidos foram transportados para o hospital" e "um deles, atingido no olho, corre o risco de ficar com sequelas, na sequência dos confrontos", adiantou uma fonte da prefeitura.

Mas as autoridades não avançaram o balanço oficial preciso do número de feridos, privilegiando a preocupação com o apaziguamento da situação.

O Presidente de França, Nicolas Sarkozy, que se encontra de visita à China, telefonou à ministra do Interior, Michèle Alliot-Marie, para lhe "fazer certas recomendações" sobre a situação nos arredores de Paris após uma nova noite de violência.

Sarkozy era ministro do Interior na altura dos motins urbanos em França que se prolongaram por três semanas no Outono de 2005.

Alliot-Marie pediu o auxílio da população das comunas onde se registaram confrontos entre jovens e forças de segurança.

"Penso que é preciso que a população destas comunas nos ajude a isolar os que são delinquentes", disse, adiantando ser necessário tomar medidas para impedir os que disparam contra a polícia.

"No âmbito dessas medidas, haverá certamente uma forte presença policial no terreno", explicitou.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.