Açoriano Oriental
Vereador do PS acusa líder do PSD/Açores de ser “rosto” da instabilidade em Ponta Delgada

O vereador do PS em Ponta Delgada Vítor Fraga acusou esta sexta-feira atual presidente do PSD/Açores e antigo líder da autarquia, José Manuel Bolieiro, de ser o "rosto" da instabilidade na câmara do maior concelho dos Açores.

Vereador do PS acusa líder do PSD/Açores de ser “rosto” da instabilidade em Ponta Delgada

Autor: Lusa/AO Online

"A instabilidade na Câmara Municipal de Ponta Delgada tem um nome e tem um rosto. É o de José Manuel Bolieiro. Foi Bolieiro que rompeu com o compromisso que assumiu com os eleitores do concelho quando, em 2017, afirmou que iria cumprir o mandato até final", disse Vítor Fraga aos jornalistas.

José Manuel Bolieiro saiu da presidência da Câmara de Ponta Delgada em 02 de março passado para se dedicar em exclusivo à liderança do PSD/Açores, tendo sido substituído no cargo pelo seu vice, Humberto Melo.

Na quarta-feira, Humberto Melo renunciou ao cargo por questões de saúde, tendo a vice-presidente Maria José Duarte assumido a presidência.

O socialista derrotado nas últimas autárquicas referiu que, do ponto vista legal, a solução "enquadra-se dentro da lei" e salientou que esta é uma "questão política".

"O PSD é que tem de avaliar se as pessoas quando votaram em Bolieiro estavam também a votar em Maria José Duarte para ser presidente da Câmara Municipal de Ponta Delgada. O PSD tem de assumir esta responsabilidade e explicar isso aos eleitores e cidadãos", apontou.

Questionado pela agência Lusa se o PS defende a realização de eleições para o município, Fraga salientou que a decisão apenas cabe ao PSD.

"A questão aqui é política e cabe ao PSD avaliar, que é o único que tem a possibilidade de provocar ou não provocar eleições em Ponta Delgada", realçou.

Vítor Fraga criticou o PSD por colocar os "interesses partidários acima dos interesses dos cidadãos" de Ponta Delgada.

"O PSD há muito tempo que desistiu de Ponta Delgada. O PSD utiliza Ponta Delgada para satisfazer os seus interesses político partidários. É tempo de dar nova vida em Ponta Delgada", destacou.

O vereador frisou que o PS, que tem a maioria na assembleia municipal de Ponta Delgada, irá "continuar do lado da solução", recordando que os socialistas aprovaram os últimos três orçamentos municipais.

"Aquilo que se vive hoje em Ponta Delgada, uma situação de instabilidade provocada no município, é uma situação de todo lamentável. O PS está e estará sempre do lado da solução e não do problema, do lado da estabilidade e não da instabilidade", declarou.

Vítor Fraga endereçou também uma palavra de "solidariedade" e de "apreço" para com Humberto Melo, com quem estava a desenvolver um "trabalho de consensualização de propostas" para responder à pandemia da covid-19.

"Esperemos que esta mesma abertura que existia com o engenheiro Humberto Melo exista agora também. Da nossa parte só há um objetivo: trabalhar em prol do concelho", destacou.


 
PUB
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.