Açoriano Oriental
Vasco Ribeiro escapa à onda de eliminações de surfistas portugueses nos Açores

O surfista Vasco Ribeiro foi o único português a avançar hoje para a segunda ronda do Azores Airlines Pro, campeonato do circuito de qualificação da World Surf League (WSL) que decorre na Praia de Santa Bárbara, na Ribeira Grande.

article.title

Foto: Rubén Monfort
Autor: Lusa/AO Online

Vasco Ribeiro ficou na segunda posição da bateria 24 (ronda 1), com uma pontuação total de 12,67 pontos, abaixo do costa-riquenho Noe Mar McGonagle (12,83) e acima de outros dois portugueses, Miguel Blanco (9,60) e Francisco Carrasco (5,00), seguindo em frente na prova.

Além de Blanco e Carrasco, neste segundo dia de competição na ilha de São Miguel, nos Açores, ficaram ainda pelo caminho Frederico Magalhães, Eduardo Fernandes, Pedro Coelho, Henrique Pyrrait e Luís Perloiro, todos eliminados na primeira ronda. Na véspera, também na ronda 1, já tinham caído os luso-brasileiros Halley Batista e Pedro Henrique.

Foram ainda realizadas quatro baterias da ronda dois, com mais dois surfistas portugueses a serem eliminados. Sidney Guimarães (8,87 pontos), que na terça-feira se tinha qualificado, e Peter Healion (6,03), um dos 'wild cards' açorianos que, por via dessa condição, entrou diretamente para a segunda ronda, ficaram, respetivamente, nos terceiro e quarto lugares da primeira bateria da segunda ronda.

Falta ainda entrarem na água Frederico Morais, o surfista luso com melhor 'ranking' no circuito de qualificação, que vai competir no 'heat' 6, e o outro 'wild card' local, Jácome Correia (bateria 7).

Assim, do contingente de 15 surfistas portugueses nesta prova, restam agora quatro: 'Kikas', Jácome Correia, Vasco Ribeiro ('heat' 23) e Afonso Antunes (bateria 12).

A próxima chamada do Azores Airlines Pro (6.000 pontos) está marcada para as 07:45 locais (08:45 em Lisboa) de quinta-feira.


Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.