Vacinação das grávidas contra a Gripe A é fundamental

Vacinação das grávidas contra a Gripe A é fundamental

 

Lusa/AO Online   Nacional   30 de Dez de 2009, 14:51

A ministra da Saúde manifestou-se hoje “insatisfeita” com a adesão das grávidas à vacina da gripe A H1N1 e voltou a apelar a estas mulheres para se vacinarem, recordando que o vírus continua activo e “é grave”.

“A campanha tem corrido bem, mas temos áreas que não nos satisfazem, nomeadamente o que aconteceu às grávidas que não fizeram as vacinas quando tínhamos defendido”, disse Ana Jorge, que hoje presidiu, em Portimão, à cerimónia de entrega de 13 viaturas para as equipas de Cuidados Continuados Integrados da Administração Regional de Saúde do Algarve.

Para a ministra da Saúde, algumas mortes de grávidas podiam ter sido evitadas se essas mulheres tivessem sido vacinadas.

“Algo não correu bem. Não foi por falta de esforço da nossa parte em levar a que todas as grávidas do segundo e do terceiro trimestre se vacinassem”, observou Ana Jorge.

A ministra da Saúde voltou a apelar à vacinação das mulheres grávidas, destacando que o vírus circula “e é de alguma gravidade para esse grupo de pessoas”.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.